Histórico e Perfil Corporativo

Histórico

A Boa Vista foi constituída em meados de 2010, por meio de um spin-off da área de análise de crédito da Associação Comercial de São Paulo (“ACSP”), englobando o “Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC)”. A Companhia passou a atuar com abrangência nacional, como uma empresa de informações de crédito, administrando um banco de dados com informações comerciais e cadastrais de empresas e consumidores, além de registros de transações entre empresas.

Em 08 de outubro de 2010, a Associação Comercial do Paraná, o Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (em conjunto, “Parceiros”) adquiriram participação no capital social da Companhia equivalente a 6,9% (seis inteiros e nove décimos por cento) do seu capital social, portando como ativos os registros mantidos em cada uma de suas respectivas regiões. Tais aquisições foram estratégicas para o fortalecimento da atuação da Companhia em nível nacional, em especial nos estados onde os Parceiros estão sediados. Na mesma data, foi celebrado um “Acordo de Fornecimento de Informações, Atualização de Dados e Outras Avenças” entre a Companhia e os Parceiros para regulamentar o fornecimento, em caráter exclusivo, de informações e dados coletados nas respectivas regiões de atuação dos Parceiros à Companhia, de forma aumentar a base de dados e ampliar sua capacidade e qualidade na prestação de serviços.

Em 29 de outubro de 2010, o fundo de private equity TMG Capital (por meio do seu veículo Bureau de Crédito do Brasil Participações S.A.) adquiriu participação na Companhia equivalente a 25% (vinte e cinco por cento) do seu capital social mediante a realização de um investimento no montante de R$220 milhões, tendo tal participação sido aumentada para aproximadamente 30% (trinta por cento) em 07 de dezembro de 2016, mediante exercício de opção de compra outorgada à TMG Capital no âmbito dos contratos definitivos celebrados à época do ingresso da TMG Capital na Companhia. Entre eles, a assinatura do acordo de acionistas da Companhia, objetivando regulamentar o relacionamento entre os acionistas da Companhia, de forma a estabelecer regras referentes a voto, administração e restrições à transferência de ações da Companhia.
Em maio de 2011, a Companhia assumiu a operação da companhia internacional Equifax Inc. no Brasil, até então conduzidas pela Equifax do Brasil, mediante a aquisição de participação acionária na Companhia de 15% (quinze por cento) do seu capital social, passando a reforçar sua base de dados com os dados de pessoa jurídica detidos pela Equifax do Brasil.

Uma vez consolidados os bancos de dados, equipes e produtos de ambas as empresas – Companhia e Equifax – a partir de 2013, a Companhia modificou seus produtos existentes no mercado de “marketing services”, por meio da criação do produto “BlueBox Boa Vista” – plataforma online que analisa, segmenta e aponta as oportunidades de negócios mais adequadas ao cliente, por meio do fornecimento de dados de todo o mercado brasileiro, com análise de carteira e segmentação geográfica – o que contribui para uma prospecção qualificada de oportunidades.
Já em 2015, a Companhia, em conjunto com os demais bureaus de crédito brasileiros, fundou a A.N.B.C. (Associação Nacional dos Bureaus de Crédito), entidade sem fins lucrativos, com a missão de representar o setor, incentivar a educação financeira e auxiliar na criação de um ambiente regulatório e legal propício para que a gestão de crédito estimule a economia brasileira, também contribuindo para o desenvolvimento sustentável do crédito no Brasil e promovendo as melhores práticas do setor.

Em 2017, a Companhia iniciou o processo de adoção do compartilhamento de custos de dados, tendo firmado contrato de compra compartilhada de dados de protestos com alguns parceiros estratégicos, o que resultou em significativa redução dos investimentos diretos da Companhia em compra de dados, uma vez que esses custos passaram a ser divididos entre a Companhia e seus concorrentes, sem alteração na quantidade de dados captados. Neste mesmo ano, a Companhia intensificou sua estratégia de investimentos em tecnologia, migrando seus dados armazenados para plataformas tecnológicas baseadas no conceito de “nuvem”.

Em 2018, o resultado dos investimentos da Companhia em soluções com maior valor agregado para seus clientes foi evidenciado pela intensificação das vendas de “Serviços para Decisão”, com componentes analíticos, por meio da aplicação de inteligência a uma grande massa de dados, customizando produtos e serviços, bem como oferecendo flexibilidade para as diferentes demandas de mercado em todo território nacional. Esse aumento de vendas, resultou no incremento da receita da Companhia.

Em 2019, a Lei do Cadastro Positivo (Lei nº 12.414), aprovada em 2011, foi alterada para determinar a adesão automática de indivíduos aos bancos de dados do sistema do Cadastro Positivo. A mudança na Lei, que permite que os consumidores sejam avaliados pelas contas que pagam mensalmente e não apenas pelas contas que deixam de pagar, representa aumento da inclusão bancária de indivíduos historicamente sem acesso a crédito.

Ao final de março de 2020 ocorreu o início da crise ocasionada pela COVID-19. Em preparo e resposta às adversidades geradas pela pandemia, a Companhia adotou o regime de teletrabalho para quase a totalidade de seus colaboradores, exceto a aqueles dedicados a atividades essenciais. Para isto, a Companhia disponibilizou notebooks a todos eles e elaborou diretrizes para minimizar o risco de contágio, tais como a obrigação de respeitar o distanciamento social, de forma consistente com a preocupação com o bem estar de seus colaboradores e clientes sem afetar a continuidade dos negócios. Visando atender às novas demandas trazidas pelo cenário de crise, a Companhia tomou a iniciativa de lançar produtos analíticos para que nossos clientes possam enfrentar os impactos da pandemia com maior possibilidade de sucesso, e estreitou o relacionamento com esses clientes, visando entender melhor as novas necessidades diante das mudanças do comportamento dos consumidores em consequência da crise.

Como resultado desses esforços, a Companhia pode oferecer várias iterações de novas soluções para auxiliar os clientes a retomarem ou acelerarem suas atividades. Apesar do impacto no modo de trabalho e nos clientes e fornecedores, a Companhia prosseguirá ao longo de 2020 na execução do plano de migração para nuvem e transformação digital, esperado para o término de 2021, evitando assim qualquer atraso na execução dos planos para quando houver a retomada da economia no futuro.

Em 28 de setembro de 2020, foi deferido nosso registro de companhia aberta na categoria “A” da CVM, sendo o processo sucedido pela listagem da Companhia no segmento especial “Novo Mercado” da B3 S.A. –Brasil, Bolsa, Balcão e início da negociação de suas ações em 30 de setembro de 2020.

Perfil Corporativo

A Companhia acredita ser a segunda maior empresa no setor de gestão e análise de dados no Brasil, e a de maior crescimento do setor nos últimos cinco anos, ambos em termos de receita líquida. Tendo evoluído a partir de um tradicional serviço de proteção de crédito, presente há mais de 60 anos no mercado brasileiro e com presença em todos os Estados do país, a Companhia atuou inicialmente na redução da assimetria de informações entre participantes de diversos mercados, tornando a prospecção de clientes, a análise e a recuperação de crédito mais seguras e acessíveis. Valendo-se de sua vasta experiência com clientes atuantes em diferentes setores econômicos, inicialmente no varejo mas atualmente incorporando participações significativas em todos os segmentos da economia, desde grandes conglomerados financeiros, bancos, prestadores de serviços financeiros, até fintechs, seguradoras, e prestadoras de serviços de telecomunicações e energia, a Companhia agora estrutura informações analíticas sobre pessoas físicas e jurídicas, gerando conhecimento de maior profundidade que possibilita a seus clientes tomar melhores decisões na condução de seus negócios.

A Companhia tem presença geográfica em nível nacional, estando presente em todos os Estados do Brasil, com receitas concentradas nas regiões Sudeste e Sul, as mais ricas do país, onde está centralizada a maior parte do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. A oferta de serviços da Companhia é realizada por uma força de vendas diversificada em termos de alcance e profundidade em todas as regiões do país, composta tanto por vendedores próprios, como por representantes comerciais e entidades parceiras.

Os serviços de análise de dados têm crescido a taxas elevadas em função da necessidade das empresas em tomarem decisões de negócio com base em uma quantidade crescente de informações. De acordo com o relatório “Global Analytics Market de 2018”, o mercado global de análise de dados, só para concessão de crédito, movimentou US$108,31 bilhões em 2018, esperando-se um crescimento para US$214,20 bilhões até 2023, um crescimento composto médio anual (CAGR) à taxa de 14,61% no período. Neste sentido, a Companhia se diferencia pela abordagem colaborativa no desenvolvimento de soluções inovadoras, customizadas de acordo com as necessidades de seus clientes, transformando dados brutos em soluções estruturadas, com foco na tomada de decisões mais assertivas e eficientes pelos clientes. No desenvolvimento de produtos e soluções, a Companhia alia inteligência analítica e o estado da arte da tecnologia, e os aplica não só à base de dados de seus clientes mas alavanca a sua base proprietária de dados, que atualmente abrange registros de aproximadamente 240 milhões de pessoas físicas e 40 milhões de pessoas jurídicas.

O mercado de análise de dados no Brasil passa por um período-chave em sua história, proporcionando perspectivas concretas de expansão das atividades da Companhia. Em particular, o ambiente regulatório em que a Companhia opera passou recentemente por uma revisão importante, mais especificamente, as recentes alterações no regime jurídico do Cadastro Positivo, banco de dados com informações sobre o histórico de pagamentos de uma base ampla de consumidores e empresas. A Companhia é precursora na gestão de Cadastro Positivo no Brasil, o que a torna protagonista em seu mercado, a habilita a ser a provedora de soluções preferencial das fintechs atuantes no Brasil, e a torna capaz de conceber e ofertar uma ampla gama de soluções de informação que visam a respaldar as decisões estratégicas de seus clientes.

O leque de produtos sobre soluções desenvolvidas e oferecidas pela Companhia compreende a elaboração de relatórios, modelos de scoring (aplicados para identificar consumidores, vender crédito ou produtos, e gerenciar o churn rate), serviços de recuperação de crédito, prospecção de clientes, entre outros, dividindo-se em duas grandes linhas:

Serviços para Decisão

Nesta linha de serviços, a Companhia inclui todos os serviços de suporte a decisão (scoring products data analytics), sendo que parte relevante da receita auferida com esta linha de serviços provêm da prestação de serviços que requerem diferentes graus de análise de dados e são passíveis de maior ou menor grau de customização. Os serviços compreendidos nesta linha são segregados em quatro subgrupos, conforme definidos abaixo:

Soluções Analíticas

Portfólio de serviços de maior relevância para a Companhia. Com base nos dados apresentados nos relatórios de risco, nas informações fornecidas pelos seus clientes, outras bases proprietárias e nos dados provenientes do Cadastro Positivo, disponibiliza soluções analíticas baseadas em modelos estatísticos para auxiliar empresas a tomar decisões de negócio mais assertivas e eficientes.

Relatórios de Risco

Portfólio de serviços que abrange relatórios com dados cadastrais, demográficos, comportamentais e restritivos, para apoiar empresas na avaliação de riscos.

Soluções de Marketing

Portfólio de serviços para auxiliar empresas a identificar novos clientes e rentabilizar sua carteira. A Companhia disponibiliza soluções com inteligência analítica para dar suporte a empresas na identificação de consumidores com o perfil mais adequado aos seus respectivos públicos-alvo, de forma a aumentar seus respectivos LTV (Life Time Value), após concluída a incorporação em suas respectivas bases de dados.

Soluções para o Consumidor

Soluções para orientar o próprio consumidor a gerenciar sua vida financeira, nas quais o consumidor recebe diversas informações, tais como consultas ao seu histórico de crédito ou inclusão de débitos.

Serviços de Recuperação

Nesta linha de serviços, a Companhia considera os serviços de apoio à recuperação de crédito, que incluem plataformas de cobrança, notificações eletrônicas e cartas impressas enviadas a partes inadimplentes, de maneira a auxiliar seus clientes no processo de recuperação de crédito. Os serviços desta linha são segregados em dois subgrupos, conforme definidos abaixo:

Soluções Digitais

Portfólio de serviços de maior foco por parte da Companhia, compreendendo soluções eficientes para gestão das carteiras inadimplentes dos clientes e envio de comunicação de cobrança aos devedores por meios digitais, como e-mail com validade jurídica e Short Message Service (SMS).

Soluções Impressas e Relatórios

Envio de carta impressa para cobrança de devedores e relatórios com histórico de débitos das partes inadimplentes.

Última atualização: 8 outubro, 2020